fbpx

Impactos causados pelo descarte de resíduos e o meio ambiente

Descarte incorreto de residuos podem afetar o meio ambiente

O mundo está mudando.

E o comportamento tanto da população quanto das empresas vem sofrendo grandes transformações.

Isso mostra que as pessoas e os negócios estão cada vez mais conscientes sobre os impactos ambientais e como nossas ações têm influenciado nesse processo.

Porém, hoje podemos ver o quanto nossas atitudes com relação ao meio ambiente estão tomando proporções muito maiores do que imaginamos.

Talvez, se a anos atrás tivéssemos acesso a informações como temos atualmente, muito do que hoje é só destruição poderia ter sido preservado.

Ainda que não fosse possível imaginar sobre esses impactos, já era de suma importância a tempos atrás, que tivéssemos cuidado do meio ambiente como queremos cuidar agora.

Produção em grande escala, consumo excessivo e aumento da população

Uma das grandes preocupações dos ecologistas hoje, é sobre como as indústrias produzem e fazem o descarte de resíduos em larga escala.

Essa preocupação se justifica pelo fato de que muitos desses resíduos são tóxicos e prejudicam seriamente o meio ambiente.

Além disso, o excesso de consumo por parte da população é um grande problema e também diretamente ligado aos impactos que o meio ambiente vem sofrendo.

Isso porque as pessoas descartam cada vez mais o que não querem mais consumir, sem se preocupar em como descartar.

E então compram mais e mais e isso se torna um ciclo cada vez mais ruim, visto que esses resíduos se transformam em lixo e poluem o meio ambiente.

E como se não bastasse, o crescente número de habitantes das cidades, que contribuem significativamente para esse acúmulo desenfreado de lixo.

Outro grande problema é a falta de educação ambiental, que ensina indivíduos a se preocuparem com os problemas ambientais e a conservação e preservação dos recursos ambientais.

Descarte de lixo no Brasil

Para que tenhamos um panorama sobre o grande problema de descarte de resíduos no Brasil, vamos aos dados.

Alguns levantamentos realizados pelo IBGE em 2010 mostraram que o Brasil já produzia, naquela época, cerca de 241.614 mil toneladas de resíduos só domiciliares diariamente.

Esse estudo mostra que, a composição média desse lixo foi distribuída das seguintes formas: 55% de matérias orgânicas, 25% de papel, 4% de metal, 3% de plástico e 1% de outros ( mistura).

Em 2018, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais informou que foram gerados cerca de 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos no ano.

Deste montante, cerca de 6,3 milhões de toneladas ficaram sem ser coletadas nas cidades. 

Ainda de acordo com a base histórica, o Brasil alcançará uma geração anual de 100 milhões de toneladas por volta de 2030.

Um dos maiores problemas do meio ambiente é a produção do lixo. Anualmente são produzidos milhões de toneladas de lixo, contendo vários materiais recicláveis como vidros, papéis, latas, dentre outros. Reaproveitando os resíduos antes de serem descartados de forma incorreta, o acúmulo desses resíduos no meio ambiente diminui e ajuda a poluição ambiental a cessar, ajudando também na qualidade de vida das pessoas (FADINI; FADINI, 2005).

97% do lixo no Brasil não é reciclado

O processo de reciclagem no Brasil caminha lentamente, mesmo com tantas informações sobre isso na era digital.

Segundo a Abrelpe, cerca de 97% do lixo no Brasil não é reciclado, sendo que muitas vezes são embalagens de salgadinhos, garrafas PET, sacos plásticos e outros.

E os grandes vilões desses números são a produção em grande escala, o desperdício e alta demanda de consumo por parte da população.

Quanto mais as empresas produzem, mais as pessoas consomem, e mais geram resíduos, descartando muitas vezes incorretamente, e a partir daí tudo vira lixo.

Como esses dados impactam o meio ambiente

O lixo hoje é um problema grave e uma preocupação mundial, principalmente nos grandes centros urbanos.

Mas pouco se fala sobre isso e como os perigos são nocivos à saúde e ao meio ambiente.

Primeiramente, é preciso partir do princípio de que, quanto mais populosa uma cidade, maior a demanda de serviços relacionados a coleta e separação de lixo.

Se esse serviço de coleta e separação não for realizado corretamente, inúmeros problemas de saúde e degradação do meio ambiente ocorrem.

Impactos causados pelo descarte de resíduos e o meio ambiente

Produção de metano

Apesar do metano não entrar no grupo de poluentes que servem de indicadores de qualidade do ar, entra como um dos poluentes climáticos de vida curta, impactando 20 vezes mais do que o CO², seguindo o ECYCLE, 2014.

Um exemplo é quando ocorre decomposição da parte biodegradável do lixo orgânico e doméstico, esse processo libera gases, em especial o metano (CH4).

O CH4 tem efeito negativo para o meio ambiente por contribuir com o desequilíbrio do efeito estufa.

O efeito estufa por sua vez é o responsável pelo aquecimento global no planeta.

Geração de chorume

Mais conhecido como líquido percolado, segundo a Brasil Escola, o componente líquido tem mal cheiro, geralmente de cor escura, que se produz da decomposição de resíduos orgânicos. 

Sua decomposição varia de acordo com o tipo de matéria orgânica e pode causar danos irreparáveis ao meio ambiente contaminando lençóis freáticos e recursos hídricos e aos seres vivos, principalmente àqueles que vivem e se alimentam nos lixões.

Inundações

Quando a população descarta resíduos de maneira incorreta ou até mesmo quando há descaso por parte do poder público no saneamento básico, o lixo causa sérios problemas principalmente em períodos de chuva.

Frequentemente em regiões periféricas, onde muitas vezes a coleta de lixo não é realizada e o saneamento básico não é implementado, a população acaba descartando resíduos em encostas e valões.

E com o grande acúmulo, o lixo impede que a água tenha acesso por exemplo a bueiros e canais.

Poluição do solo

Solo e subsolo também podem ser gravemente agredidos pelo descarte incorreto de lixo.

Isso porque a partir do momento que determinado local recebe substâncias poluentes, ocorre a decomposição, descarga, infiltração e acumulação, tanto em estado sólido, quanto líquido e gasoso.

Em resumo, esses resíduos causam uma degradação muito grande ao solo, contaminando e poluindo até mesmo os lençóis freáticos.

Poluição visual

O mais comum problema do descarte incorreto de resíduos está relacionado à poluição visual.

Qualquer ambiente em que existir a disposição incorreta de lixo, causa uma sensação desagradável.

Além disso, esses resíduos podem ainda causar proliferação de doenças, além das áreas serem extremamente desvalorizadas.

Disseminação de doenças

Outro grande problema a ser combatido pelo descarte incorreto de resíduos é a disseminação de doenças.

A população mais carente que convive diariamente com essa séria questão, estão mais vulneráveis à contaminação por diversas doenças.

As principais delas são a amebíase e a giardíase, doenças transmitidas pelas moscas, no contato direto com a pele humana.

Além dessas, ainda podemos citar a pneumonia, intoxicação alimentar e hepatite que são transmitidas pelas baratas.

Outras doenças como a leptospirose e peste bubônica, que são transmitidas pelos ratos.

Como virar o jogo

Existe hoje, uma mobilização de boa parte da população para que os impactos causados pelo descarte de resíduos seja feito.

Os números são crescentes, porém ainda existem grandes distâncias a percorrer para chegarmos onde é necessário.

Muitas pessoas podem não acreditar, porém aquela frase clichê que fala sobre cada um fazer a sua parte poderia mudar a realidade do lixo hoje, e causaria muito impacto positivo para o meio ambiente.

São diversos os fatores nos quais a população poderia contribuir significativamente para que esse problema pouco a pouco fosse solucionado.

Para a população, começar separando o lixo domiciliar é o primeiro passo, gerar o mínimo de resíduo possível, apoiar e consumir produtos de empresas ecologicamente corretas, são pequenas maneiras de começar.

Para as empresas, adotar atitudes positivas e compartilhá-las com seus colaboradores, se preocupar com o processo e tentar evitar qualquer tipo de impacto negativo para a sociedade e meio ambiente e aderir a compensação ambiental são algumas dessas melhorias.

Como a logística reversa pode contribuir com a diminuição dos impactos negativos

Existe uma lei hoje no Brasil, que torna obrigatória a estruturação e implementação de sistemas de logística reversa por fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de determinados setores.

Mas porque implantar logística reversa nas empresas?

  • Para atender à legislação vigente e evitar multas;
  • Melhoria de processos e redução significativa de custos;
  • Geração de produtos mais ecologicamente corretos;
  • Melhoria na imagem da empresa diante dos seus consumidores;
  • Contribuir para a redução de resíduos e poluição;

Além de ser uma prática em vários casos obrigatória para os negócios, a logística reversa pode ser adotada por qualquer empresa que visa melhorar seus processos.

As vantagens podem ser vistas em diversos aspectos, justamente porque retirar o lixo do meio ambiente e integrá-los no processo de reciclagem diminui drasticamente os custos com matérias prima.

Outra grande vantagem é a de poder colaborar com as associações de coletores de resíduos que dependem dessa renda para sustentar suas famílias.

Como o ILOG contribui para diminuir esses impactos negativos

O ILOG fornece serviços de logística reversa através da compensação de resíduos por meio de associações de coletores.

O material reciclado das cooperativas é comprado pelo instituto e as notas geradas são transferidas para as empresas parceiras.

Essas empresas parceiras que optam por implementar a logística reversa através do ILOG ganham um selo verde.

O selo é um certificado que protege as empresas das leis ambientais, além de certificar o consumidor que os resíduos estão sendo compensados por meio da logística reversa.

Chamado de “Nós Reciclamos”, o certificado é uma garantia de que a empresa se preocupa com a sustentabilidade e com os impactos causados pelo meio ambiente.
Quer saber como implementar logística reversa na sua empresa? Fale com a gente! É só clicar AQUI

Assine nossa newsletter e receba novidades da ILOG

Solicite um Orçamento

Obrigado por assinar nossa newsletter!